Casagrande diz que excesso de jogos afasta telespectadores



Enquanto boa parte dos times brasileiros ganha cada vez mais dinheiro com patrocínios e tira jogadores da Europa, como Seedorf, Forlán e Alexandre Pato, a audiência do futebol na TV aberta segue caindo a ano a ano. Em 2010, por exemplo, a Globo marcava média de 21 pontos** no Ibope com a bola rolando. Já neste ano, o número é 17,4 – uma queda de 17,1% nos últimos três anos.
Vários motivos são dados como explicação sobre o porquê da redução da audiência, como o aumento das opções de lazer e o baixo nível técnico das partidas. Mas, para quem está diretamente ligado às transmissões, o problema é outro.

Segundo Walter Casagrande, principal comentarista da TV Globo, o excesso de jogos sem importância e a falta de partidas decisivas são os principais fatores que vêm afastando os telespectadores das rodadas do futebol. Em entrevista ao UOL Esporte, Casão disse que apenas duelos mais atrativos dão audiência, e também aprovou uma das medidas adotadas pela emissora para tentar reerguer a audiência.

“Hoje, as pessoas só se interessam quando o jogo é legal, decisivo. Jogo de Libertadores, por exemplo, dá audiência altíssima. Finais também sempre vão bem (na audiência). Até os jogos da seleção, mesmo sem serem por campeonatos oficiais, continuam dando bons números. Quando o evento é bom, todo mundo quer ver. Quando o evento é ‘mais ou menos’, as pessoas pensam duas vezes”, completa.

Casagrande, aliás, diz que não é apenas a audiência do futebol que está caindo na TV: “O Ibope televisivo está em declínio em todas as áreas. Hoje, as pessoas tem internet e um monte de outras coisas para passar o tempo. Não é só o futebol que está caindo. Tudo relacionado a televisão está experimentando queda”, afirma.

Os dois jogos de melhor audiência na Globo este ano tiveram o Corinthians  e a Libertadores como protagonistas: contra Tijuana (México) e Millonarios (Colômbia), a emissora marcou 24 pontos. Já o pior Ibope veio do Paulistão, competição criticada pela extensão: Guarani x São Paulo marcou 8 pontos.

Já na Bandeirantes, que não transmite a competição continental, a melhor audiência veio em um clássico paulista: São Paulo 1 x 2 Corinthians, no final de março, deu 8 pontos. A pior foi em um jogo da Liga dos Campeões da Europa: Paris Saint-Germain (França) x Valencia (Espanha), pelas oitavas de final, marcou 3,5 no Ibope.

Comentarista aprova convidados especiais

Uma das estratégias usadas pela Globo para tentar subir seus números do futebol foi repetir uma ideia do final dos anos 1990: levar convidados especiais, como músicos e atores, para comentar as partidas com Galvão Bueno, Cléber Machado e cia.
 
No fim da década passada, nomes como os dos pagodeiros Netinho de Paula e Alexandre Pires foram os atrativos. Já neste ano, personalidades como a cantora Luiza Possi, o ator Aílton Graça e o técnico de vôlei José Roberto Guimarães já participaram de jogos em São Paulo, tanto no Estadual quanto na Libertadores. No Rio de Janeiro, vários outros artistas famosos também deram seus palpites.
Casagrande aprova a estratégia e diz que os convidados, mesmo não sendo na maioria das vezes ex-jogadores ou técnicos, acrescentam muito às discussões futebolísticas.
 
“É uma coisa diferente. Pela queda da audiência, as pessoas têm que inventar outras maneiras de chamar a atenção. Acho legal quando trazem cantores, porque eu gosto muito de música, mas atores e ex-jogadores também são muito legais. Quando veio o Zé Maria [comentar Corinthians x Millonários foi sensacional”, lembrou Casão.
 
“Na maioria das vezes, eles deixam a transmissão muito rica. Quando o cara acompanha e entende bastante de futebol, fica muito legal. Por exemplo, o [ator] Aílton Graça é corintiano doente, entende tudo do Corinthians, então, ele sabe bem do que está falando. Essa transmissão ficou muito legal. Às vezes até nem acrescenta nada na discussão futebolística, mas o fato da pessoa de outra área dar a opinião dele também agrega à transmissão”, opina o comentarista da TV Globo.
 
Tags: futebol, times, audiência, ibope, Globo, Galvão Bueno, Kléber Machado, Zé Roberto, Casagrande, Casão, clássicos, jogos, decisão, Brasileiro, Libertadores, Paulista, Carioca.
 
Fonte: Uol
 

Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais!


Encontrou o que procurava? O blog lhe foi útil? Então, curta o Yesachei no Facebook!

5 comentários :

Eronides Muniz De Freitas disse... [Responder comentário]

Eu concordo com Casagrande é muito campeonato de futebol aqui no Brasil,chega da nojo,tudo demais enjoa,que tal só terem jogos nas quarta-feiras e sabado,e domingo,seriam bem melhor.

Flávio Augusto disse... [Responder comentário]

Ri quando li "Casão". Rsrsrsrs

Anônimo disse... [Responder comentário]

Hoje existe Paiper vil.ninguém é mais obrigado a assistir flamengo ou coritians.

Anônimo disse... [Responder comentário]

Tb, não se perca de vista, que certos canais, em busca de audiência, quase que se rendem á uma facção de torcedores.

tom disse... [Responder comentário]

FUTEBOL É LIXO, trabalhar esta cambada de vagabundo não quer! o país está fodido e o povo,a TV e os políticos só pensam em futebol. futebol não é construtivo para país nenhum, apenas destrói e corrompe.principalmente num país fodido como o brasil!e a respeito das emissoras de TV também consumimos diariamente seu lixo que destrói uma nação que poderia ser evoluída, mas isto não é evolução. o que as emissoras mostram é uma pura manipulação mental das grandes massas para fazê-las acreditarem que está tudo bem ou simplesmente para cegá-las ou anestesiarem o nosso raciocínio e intelecto. É deplorável a falta de intelecto e inteligência que está sendo implantada na vida das pessoas.a TV cega e destrói a vida das pessoas que não tem consciência do que está sendo implantado em suas mentes com novelas,filmes,programas esportivos e culturais,jornais...TV é uma nova forma de controle das massas e lavagem cerebral que destrói a capacidade intelectual e individual de raciocínio das pessoas! por favor publiquem meu comentário, pois é a minha opinião e vivemos neste país onde supostamente existe liberdade de expressão,não é mesmo ?

Postar um comentário

Atenção!

Faça seu comentário, mas sempre com responsabilidade, caso contrário, ele não será publicado!

Não serão aceitos comentários que denigram pessoas, raças, religião, marcas e empresas.

Sua opinião é importantíssima para o crescimento do blog. Portanto, comente, o blog agradece!

2leep.com