Caso Rafinha Bastos: Mônica Iozzi, o substitue no CQC



O mal-estar causado pelo comentário de Rafinha Bastos sobre a gravidez de Wanessa Camargo no “CQC” de 19 de setembro tomou ares de escândalo quando se soube, uma semana depois, que o ex-jogador Ronaldo não gostou da piada. Teve início então um inédito ciclo de lavagem de roupa suja em público pelos integrantes do programa.

Onze dias após a exibição da “piada” de Rafinha (“Eu comeria ela e o bebê”), Marco Luque, parceiro de bancada, criticou o colega e manifestou solidariedade ao marido de Wanessa e sócio de Ronaldo: “Eu, como pai, entendo e apoio a revolta e a indignação do Marcus Buaiz, um homem que conheço e respeito. Se fizessem uma piada com este contexto sobre a minha família, certamente ficaria ofendido”.

Outros episódios envolvendo o Rafinha:

Rafinha, nos últimos tempos, teve outras atitudes polêmicas. Foi acusado de fazer apologia ao estupro. "Mulheres feias deveriam agradecer caso fossem estupradas, afinal os estupradores estavam lhes fazendo um favor, uma caridade", disse. A declaração causou investigação por parte do Ministério Público Federal.

Também houve um episódio com a apresentadora Daniela Albuquerque, com pedidos de desculpas no programa seguinte. Depois da exibição de um vídeo em que Daniela aparecia com dificuldades em falar a palavra “Octógono”, durante uma entrevista com o lutador Vitor Belfort, Rafinha resolveu brincar com a apresentadora do “Manhã Maior, da Rede TV!.

A conclusão da Band sobre o caso: "comeria ela e o bebê"

Agora é oficial: até para evitar possíveis comparações, a equipe responsável pelo “CQC” acabou optando pela escolha de Monica Iozzi, uma das repórteres do programa, para substituir Rafinha Bastos na bancada, ao lado de Marcelo Tas e Marco Luque.

A ideia inicial de se utilizar todos os outros repórteres, inicialmente cogitada, acabou agora sendo afastada.

Na próxima semana, o “CQC” fará um especial para o “Dia das Crianças”, inclusive com a volta de Rafinha Bastos. Ele já foi encarregado de gravar uma matéria especial.




A estréia da Mônica Iozzi no CQC

E Monica Iozzi? Bem, sobrou para a repórter improvisada na bancada fazer a única referência ao apresentador afastado dizendo: “Eu tô aqui porque o Rafinha Bastos andou tendo uma cãibra da braba na língua. A única coisa que posso dizer é chupa Rafinha!”, brincou.







Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais!


Encontrou o que procurava? O blog lhe foi útil? Então, curta o Yesachei no Facebook!

2 comentários :

Samanta Sammy disse... [Responder comentário]

Olá !!

Eu fiquei chocada com este episódio, não sei como ainda podem confirmar a volta deste cara ! Isso pra mim não é artista, nem jornalista, nem nada a não ser alguém sem o menor bom senso, desesperado para criar uma polêmica. Não é possível que alguém em sã consciência diga algo tão tosco e sequer se retrate, pelo menos dizendo que foi infeliz no comentário...
Estou mesmo chocada com isso, nunca assisti ao programa e provavelmente nunca assistirei, mas gostaria que uma pessoa deste nível não retornasse nunca mais ao programa...

Um abração e bom restinho de semana !!!

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Olá Sam, tudo bem?

Pois é, eu também achei uma tremenda falta de bom senso a piada que ele fez. O pior é que o assunto só tomou proporções maiores, após o Ronaldo fenômeno, se indignar com a brincadeira.

Abraço e ótima sexta-feira para você!

Postar um comentário

Atenção!

Faça seu comentário, mas sempre com responsabilidade, caso contrário, ele não será publicado!

Não serão aceitos comentários que denigram pessoas, raças, religião, marcas e empresas.

Sua opinião é importantíssima para o crescimento do blog. Portanto, comente, o blog agradece!

2leep.com