Saúde no Brasil: por que custa caro?



1 - Gerenciamento ineficiente do dinheiro, criando desperdício. Nos EUA, até 18% das internações poderiam ser evitadas com atendimento ambulatorial. No Brasil a taxa é de 30% na rede pública.

2 - Nos EUA, 40% do dinheiro desperdiçado se referem aoa uso inadequado ou excessivo da tecnologia. No Brasil, isso pode ir além.

3 - Baixo uso de protocolos de atendimento. Estudo apontou a falta de padronização clínica como a principal causa da avaliação de custos nos procedimentos feitos durante a internação.

4 - Nos hospitais mais famosos, paga-se pela marca e pelo fato de usar uma instituição de referência.

5 - Não há regulamentação de preços para os atendimentos particulares. Por isso, os valores da consulta variam enormemente, chegando a R$ 800 e 1000.

6 - A visão imediatista das operadoras de saúde gera custos mais altos a médio e longo prazo. Ao economizar no curto prazo, a operadora pode contribuir para agravar o estado do paciente, que será tratado mais tarde com custo maior. Além disso,  poucas usam os dados que têm para gerenciar riscos e fazer prevenção.

O que mais pesa no bolso: Preços médios de medicamnetos e exames

Preços de medicamentos de última geração contra o câncer:

Avastin, indicado contra tumores de mama, rim, pulmão e cólon R$ 4.600 por semana para paciente adulto com cerca de 70 quilos.

Heceptin, contra câncer de mama R$ 11.900 a cada 21 dias em pacientes com cerca de 73 quilos.

Afinitor, para tumor de rim e aguardando liberação para câncer de mama e de pulmão. A caixa com 30 comprimidos custa R$ 12.000.

Nexavar, usado contra câncer de rim e tumores hepáticos. A caixa com 60 comprimidos custa R$ 6.000 e dá para 15 dias.

Preço de medicamentos para artrite reumatoide:

Humira - medicamento usado a cada 14 dias. Caixa com duas ampolas (um mês de tratamento): R$ 7.500.

Enbrel - deve ser tomado toda semana. O tratamento mensal custa R$ 7.000.

Preços de exames:

Ressonância magnética do joelho: R$ 1.100. Pra os dois joelhos, o preço é R$ 1.900.

Tomografia computadorizada de crânio: R$ 757. A necessidade de usar contraste aumenta o preço em R$ 335,00.

Cateterismo (inserção de cateter para verificar as condições dos vasos sanguíneos que irrigam o coração): R$ 6.000 ou R$ 7.500, com honorários médicos.

Preços de cirurgias:

Troca de válvula aórtica: cerca de R$ 50.000, com internação e dez dias de UTI, mas sem honorários médicos.

Retirada de visícula por via laparoscópica: R$ 7.000 (não incluí honorários médicos).

Preço de internação:

Simples - cinco dias de internação em apartamento simples (apenas acomodações): há muita variação. Pode custar R$ 9.000 ou R$ 3.900, por exemplo.

Em UTI - também varia. Cinco dias podem custar R$ 10.700 ou R$ 25.000, por exemplo.

Em UTI de hospital especializado em doença cardiáca: R$ 1.400 por dia.

Planos de saúde:

Nos valores mensais para planos individuais, há extrema variação: o preço mais alto é  R$ 2.800. Há opções de R$ 1.300 e R$ 876.

Consultas médicas:

Com um médico reconhecido, dificilmente sai por menos de R$ 600,00. A maioria dos planos paga aos médicos cerca de R$ 45,00.

Precos levantados em: 10/10/2011

Obs: Jamais tome qualquer tipo de medicamento sem o conhecimento de um médico!





Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais!


Encontrou o que procurava? O blog lhe foi útil? Então, curta o Yesachei no Facebook!

3 comentários :

Ramon disse... [Responder comentário]

Um artigo muito interessante

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Olá!
Obrigado por comentar!
Volte sempre!

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Olá Ramon, boa tarde!
Que bom que gostou do artigo!
Volte sempre!
Abraço.

Postar um comentário

Atenção!

Faça seu comentário, mas sempre com responsabilidade, caso contrário, ele não será publicado!

Não serão aceitos comentários que denigram pessoas, raças, religião, marcas e empresas.

Sua opinião é importantíssima para o crescimento do blog. Portanto, comente, o blog agradece!

2leep.com