Sinais de tendência ao suicídio



Veja agora os sinais transmitidos pela pessoa que está pen­sando em tirar a própria vida. É preciso levar esses sinais a sério, e procurar ajuda para a pessoa que está em dificuldades.

A pessoa faz comentários do tipo "Ah, eu gostaria de estar mor­ta!" ou "O que eu queria é sumir de uma vez por todas!". Leve essas palavras a sério! Pergunte-lhe abertamente se ela está pensando em cometer suicídio. Ao contrário do que se diz por aí, essa pergunta não "põe na cabeça" da pessoa a idéia do suicídio, e sim lhe oferece a oportunidade de discutir suas intenções.

Ela começa a demonstrar um súbito e exagerado interesse por re­vólveres, facas, pílulas para dormir e outros métodos de se matar, além de uma obsessão pelos casos de outros indivíduos que tiraram a própria vida.

Começa a se desfazer de pertences que lhe são preciosos, e parece estar dando uma "organizada final" em sua vida.

Demonstra uma extrema tristeza e vive chorando.

Vive isolada, especialmente quando isso não for natural para esta pessoa.

Apresenta um intenso interesse por música deprimente (com letras que glorificam a morte ou o suicídio), livros ou ilustrações que fazem referência à morte - como caveiras, a imagem da morte de foice na mão, pentagramas ou materiais macabros ligados ao ocultismo.

Apresentou, pelo menos por quatorze dias seguidos, cinco ou mais dos seguintes sintomas:

passava o tempo todo deprimida;

não se interessava por coisa alguma;

teve aumento ou redução de pelo menos 5 % de seu peso;

dormia demais ou passava as noites em claro;

parecia estar agitada demais ou excessivamente apática ;
estava sempre cansada ;

comentava que se considera uma pessoa sem valor e/ou apresentava um intenso sentimento de culpa;

era incapaz de se concentrar.

O Socorro está a caminho!

Ninguém tem a obrigação de estar alegre e esfuziante a cada minuto de cada dia. Todos nós temos dias ruins e momentos de tristeza e mau humor. Mas para certas pessoas, todos os dias são dias ruins! Caso você mesma ou alguém que você conheça apresente os sinais acima descritos, é preciso procurar ajuda ime­diatamente. Há muita gente qualificada para prestar socorro.

O Coordenador Pedagógico da Escola: Esse profissio­nal da educação tem a função não apenas de orientar você nos assuntos escolares, mas também de ajudá-Ia com seus problemas emocionais. Conversar com ele é um bom ponto de partida para os jovens que precisam de ajuda para lidar com a depressão, as dificuldades de aprendizagem ou concentração ou os problemas de família como divórcio, maus-tratos dos pais ou envolvimento dos pais com álcool ou drogas. O coordenador pedagógico pode oferecer consolo e orientação, além de encaminhar o aluno, se necessário, a um psicólogo ou psiquiatra. E, se você estiver preocupada com um amigo ou amiga que esteja enfrentando um problema sério, também pode recorrer a esse profissional.

Serviços Telefônicos de Aconselhamento Psicológi­co: Se você tiver urgência em obter ajuda ou apenas algumas respostas a certas profundas preocupações pessoais, esse tipo de serviço prestado pelo telefone é uma boa fonte de apoio emocio­nal, informações e encaminhamentos a profissionais locais. Esse tipo de serviços prestados por grupo de voluntários - como o dos Bons Samaritanos ou do Centro de Valorização da Vida (CVV) - é confidencial e grátis. Para obter os números de tele­fone desses e de outros serviços désse tipo, consulte a lista telefônica ou peça ajuda à telefonista. No caso de uma emergên­cia gravíssima, como uma ameaça ou tentativa de suicídio, ligue para 190 e peça a ajuda da polícia.

Médicos e Psiquiatras: Esses profissionais são habilita­dos a receitar medicamentos contra desequilíbrios emocionais. Os casos extremos de depressão costumam ser tratados por eles. O médico de sua família, entretanto, é uma ótima pessoa a quem
recorrer se você permanecer deprimida ou ansiosa durante várias semanas seguidas. Ele pode lhe prescrever medicamentos efici­entes ou encaminhá-Ia a um psiquiatra para um exame mais profundo e, se necessário, uma terapia.
Se o plano de saúde de seus pais não cobrir essas despesas, você poderá recorrer ao serviço público de assistência médica.

Psicólogos e Psicoterapeutas: São profissionais diplomados em Psicologia. Como não possuem habilitação em Medicina, não estão autorizados a receitar remédios. Suas diver­sas técnicas e métodos, porém, ajudam a aliviar a depressão. Se sua escola não lhe oferece assistência psicológica, com certeza seu coordenador pedagógico ou o médico de sua família poderão encaminhar você a um psicólogo competente.
O psicólogo aplica testes que determinam o estilo de perso­nalidade, saúde emocional e capacidade de processar informações do paciente. Certos planos de saúde cobrem os serviços psicoló­gicos e/ou psicoterápicos.

Assistentes Sociais, Conselheiros Matrimoniais e de Família: Esses profissionais da área da saúde mental são gradu­ados em Psicologia e Serviço Social. São altamente qualificados para prestar ajuda em caso de problemas pessoais ou familiares, e geralmente têm acesso a certos recursos comunitários que complementam seu trabalho de aconselhamento.
Muitos assistentes sociais oferecem seus serviços por meio de programas comunitários de saúde mental. Você pode localizá­-los com o auxílio da telefonista ou consultando as listas telefônicas na seção referente a serviços públicos.

Religiosos: O padre, pastor, reverendo ou rabino de sua igre­ja também lhe pode - sob um ponto de vista espiritual - oferecer orientação e conselho.

Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais!


Encontrou o que procurava? O blog lhe foi útil? Então, curta o Yesachei no Facebook!

44 comentários :

Anônimo disse... [Responder comentário]

Só não me mato porque creio sinceramente que a vida continua; se me matar resolvesse definitivamente meus problemas, com certeza já o teria feito.

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Que bom que vc tem essa perspectiva, pois eu não acreito, mas respeito quem acredita! É verdade, não adianta se suicidar para tentar resolver um problema que muitas vezes que é apenas temporário! Abraço!

Tarcicio Andrade disse... [Responder comentário]

Eu desconfio das convicções religiosas, a mim culturalmente impostas, acerca da vida eterna. Acho que a vida é uma soma de fatos e fatores põe o sujeito para baixo, e isso em maioria das vezes mesmo. Porém, não seria capaz de tirar minha vida, pela fraqueza de caráter e covardia que o ato representa. Acho até bom que hajam desafios, para, no término deles, me sentir encorajado e contemplar minhas virtudes e qualidades de superação. Eu sou foda, porque, depois que tudo parece ter me esmagado, sou defensor desse discurso que elege a vida mil milhões de vezes acima da morte.

Anônimo disse... [Responder comentário]

E qdo o problema não é temporario,tipo ser gay?É não opitei por ser gay nasci assim

Anônimo disse... [Responder comentário]

É impossível saber se uma pessoa tem tendência ou não ao suicídio. Já vi pessoas que eram tidas como muuito felizes e simplesmente um dia acabaram com a própria vida. E essa história de músicas deprimentes é balela, pois ouço música gótica e nuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuunca quis me matar. Se as pessoas soubessem o que acontece com o carma delas quando se suicidam ja mais o fariam, mas se quem está por perto soubesse que a pessoa estava prestes a se matar com base no que vc escreveu em sua postagem, suicidas não seriam a incógnita que são perante a psicologia e derivados...

Anônimo disse... [Responder comentário]

Nossa, pelo jeito estou bem perto de cometer suicidio :x

tecg1.com disse... [Responder comentário]

Você conhece o irmão do Ocioso? Não! Então venha se divertir com o http://www.tedioso.com

Bruna F. disse... [Responder comentário]

@Elizeu Timóteo Pereira
Parabéns pela sua postura! Respeitar a religião das pessoas é fundamental para um convívio saudável!
Também acredito que a vida não acaba com a morte, apenas muda de lado. É nosso dever ajudar as pessoas que pensam em acabar com a propria vida. Necessitam de toda nossa atenção, compreensão e amor.

Lucas disse... [Responder comentário]

eu tinha esses pensamentos
mas estou tratando com remédios contra depressão
finalmente acabei com isso
estou muito melhor agora, e agora eu aceito o fato de que um dia todos nós vamos morrer naturamente... querendo ou não!
ter fé em algo, relaxar e ter um hobbi ajuda demais!

Anônimo disse... [Responder comentário]

isso é demônio! sessão do descarrego Igreja universal do reino de Deus

Anônimo disse... [Responder comentário]

Muito bom o artigo.Eu passei por quase tudo citado aí.Às ainda tenho umas recaídas e suspeito que cada vez vem mais forte a vontade de me mandar pro "beleléu".O problema é como disse o Anônimo ali.A pessoa tem de ser muito mesquinha para, diante da complexidade do surgimento de uma vida,acreditar que ela vem do nada.Eu não tenho certeza de nada, mas acho que existe uma força que rege o universo, que não sei se é correto chamar de "Deus" e, certamente estarei quebrando a ordem natural das coisas pondo termo a essa vida.

Anônimo disse... [Responder comentário]

vc diz : "com letras que glorificam a morte ou o suicídio), livros ou ilustrações que fazem referência à morte - como caveiras, a imagem da morte de foice na mão, pentagramas ou materiais macabros ligados ao ocultismo."

APOLOGIA CONTRA O HEAVY METAL??????

Camila disse... [Responder comentário]

Que tosquisse, desde quando sinais ligados ao ocultismo significa que a pessoa gostaria de tirar a própria vida? Suicídio e ocultismo são coisas bem distintas, é uma eterna mania misturar isso ne??

Anônimo disse... [Responder comentário]

Interesse por pentagramas e objetos de ocultismo... tá, um historiador, por exemplo, que tem interesse no aspecto pagão e utilização simbólica representativa em cultos que não cristãos, é automaticamente rotulado de suicida em potencial? Esse texto perdeu toda a credibilidade quando li essa babaquice.

Anônimo disse... [Responder comentário]

eu to pensando seriamente em me matar!

Aline Beltrão disse... [Responder comentário]

Passei e ainda estou passando por vários problemas e o suicídio sempre foi um pensamento recorrente. Tive vários desses "sintomas", mas uma coisa que me ajudou foi eu não ter me afastados dos meus amigos e poder receber o apoio deles. Vou começar meu tratamento psicológico e ver se passo a gostar do mundo, pois ainda vejo pouquíssimos motivos para ficar aqui.

Amy disse... [Responder comentário]

Ah cara... É um papo tenso, eu já tentei me matar seis vezes... Não tenho nenhum objetivo de vida, não sou boa em nada que faço e toda hora tudo parece dar errado... Ultimamente tenho segurado a barra.. Mas só seguro se tiver constantemente me cortando com faca, gilete,tesouras... É difícil quando vc sempre se esforça e n recebe retorno de nada :/

Anônimo disse... [Responder comentário]

acho q devia procurar saber melhor do assunto antes de sair falando qualquer bobagem, assim, justifico minha revolta no comentário anterior

Anônimo disse... [Responder comentário]

o que me falta é coragem,todos os dias penso que o mundo seria bem melhor se eu naum existisse,dizem que quem se mata é covarde aff,tem que ter muita coragem,me sinto sozinha mesmo tendo um marido que me ama e filhos lindos.

Anônimo disse... [Responder comentário]

só os fracos se matam

Anônimo disse... [Responder comentário]

Creio que o medo do inferno impede a maioria das pessoas, Deus deu seu Filho único para morrer por nós, a salvação não é de graça, foi comprada pelo precioso sangue de Jesus.Portanto a vida vale a pena, apesar de todas as lutas.

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Olá Tarcicio, bom dia!
Realmente, tudo que envolve religião é sempre polêmico! Concordo com você que aquele que tira a própria vida é um covarde.

Obrigado pelo seu comnetário e volte sempre!

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Bom dia! Ser gay ao meu ver não é um problema.

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Olá!
É verdade, é bem difícil saber se alguém tem tendência ao suicídio. Lógico, em muitos casos, o suicida apresentava algum ou alguns desses indícios, mas em outros nunca demonstrou nemhum indício. Muitas vezes as pessoas podem estar muito bem, mas devido a um problema que lhe atinja profundamente, ela com certeza poderá tirar sua vida.

Obrigado e volte sempre!

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Olá!
Espero que esteja apenas brincando...rsrsrs...nem pense numa bobagem dessa!
Bom dia.

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Olá!
Pode deixar que conhecerei sim!

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Olá Lucas!
Que notícia boa. Tem razão, o importante é preencher nossa mente com coisas boas, principalmente com "coisas do alto".

Deus te abençõe e seja feliz!

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Olá!
Pode mesmo até ser, pois aqui na terra Jesus disse que passaremos por aflições, mas tivermos fé Nele conseguiremos vencê-las.

Bom dia!

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Olá amigo(a), bom dia!

Obrigado. Eu particularmente, acredito em Deus, e acima de tudo acredito em sua existência. Mas por outro lado, sei que é muito difícil mesmo a gente acreditar em algo que não vemos.Quem já conseguiu sentir a presença de Deus alguma vez, sabe que ele existe e está ao nosso lado neste momento, pois ele é unipresente (está em toda a parte ao mesmo tempo). Tira esses pensamentos ruins da sua mente, pois os suicidas não terão nem direito a salvação, isso é biblíco.Se aproxime das coisas de Deus, logo esses pensamento desaparecerão da su mente.

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Olá!
De jeito nenhum fazemos qualquer tipo de apologia. Respeitamos as pessoas e seus comportamentos.
Obrigado.

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Olá Camila!

Os indícios citados no texto são resultado de pesquisas científicas. Como o Ocultismo não é aceito pela comunidade científica por não compartilhar de suas metodologias, não conseguiremos assim, entrarmos em um consenso.

Obrigado pelo seu cometário e volte sempre!

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Olá!
Pode ser que sim, e pode ser que não! Depende de cada caso. Depende realmente o que o historiador tem em seu subconsciente. Diante disso, entraremos em uma área que nem Sigmund Freud conseguiu desvendar muita coisa.

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Olá!
Se estiver falando sério, tire essa bobagem da cabeça o quanto antes!

Abraço.

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Olá Amy, tudo bem?

É verdade, isso é bem polêmico mesmo!
Puxa Amy! Não diga essas coisas! Todos nós estamos neste mundo porque com cereteza temos algo a fazer nele. Não sei de qual religião você é, e se acredita em Deus? Independentemente da sua religão, digo com todas as letras,e sem medo de errar, se aproxime de Deus urgentemente!
Em pouco tempo esses pensamentos sumirão da sua cabeça. Saiba que você é "coroa da criação de Deus", e significa muito para Ele. Todos nós somos capazes de alcançarmos aquilo que realmente queremos, basta simplesmente termos convicção disso.

Abraço é ótimo dia!

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Não esse blog é de alguém da área de Engenharia mesmo!

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Olá!

A feliciade só se completa quando ela é preenchida com espírito santo!
Procure mais firmente as coisas de Deus.

Abraço é tudo de bom!

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Olá!
Isso tem um fundo de verdade!
Abraço.

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Olá!
É isso aí aí! Quem acredita em Deus, não se mata, pois sabe que nem salvação terá!

Abraço.

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Olá Bruna, bom dia!
Por nada. Obrigado! Eu comparo uma relação, seja ela qual for, como um espelho, se refletimos coisas boas, aumentamos as chances para recebermos coisas boas. É fundamental reipeitarmos os comportamentos alheios, pois ninguém é igual a ninguém!

Obrigado e ótimo dia!

Anônimo disse... [Responder comentário]

Na minha opinião, a pessoa só deve recorrer ao suicídio no caso de encontrar-se em um caminho sem volta, como uma doença incurável e que vai prejudica-la para sempre como por exemplo um câncer muito avançado, síndrome de proteus ou infecção por HIV, que são problemas irreversíveis.

Anônimo disse... [Responder comentário]

OLA!SOU UMA MOÇA DE (26ANOS) DO RECIFE...
BOM SABER.AS PISTAS DE UM "SUICIDA"...NÃO VOU DAR BANDEIRA ALGUMA.SEREI DESCRERA...MINHA VIDA NÃO FAZ SENTIDO. SOU UM PESO NA VIDA,DE TODOS... DESISTO! DE TUDO...NÃO IREI FAZER FALTA ALGUMA...ESCREVI UMA CARTA DE DESPEDIDA...ESTOU DANDO UM TEMPO...PARA MIM AUSENTAR ETERNAMENTE...
ASS:MOÇA DO RECIFE.

Elizeu Timóteo Pereira disse... [Responder comentário]

Olá, boa tarde!

Olha, eu não sei se isto que escreveu é verídico, mas se você realmente está pensando em cometer essa bobagem, peço que tire essa idéia urgentemente da cabeça! Não sei se você pertence a alguma igreja? Pertencendo ou não, gostaria que visitasse a Congregação Cristã do Brasil, e depois me dissesse como foi. Digo de antemão que não sou membro desta igreja, a indico porque já fui a ela algumas vezes e senti maravilhosamente bem espiritualmente falando. Faça isso, você não irá se arrepender! Não sei por quais problemas está passando, mas saiba que você é extremamente importante para Deus!
Se desejar escrever-me alguma coisa, faça através do Contato na partete superior do blog, pois assim cairá direto em meu e-mail.
Abraço, aguardo contato!

Anônimo disse... [Responder comentário]

tenho todos esses sinais , dps qe perdi a pessoa qe mais amo nesse mundo , a vida pra mim nau tem mais sentindo , mais se me matar ,sei pra ond irei dps ,estou desesperada , nau sei o qe fazer ,mds :xxxxxx

Anônimo disse... [Responder comentário]

Não. Quem se mata pode ser cabeça fraca ou corajoso demais.

Postar um comentário

Atenção!

Faça seu comentário, mas sempre com responsabilidade, caso contrário, ele não será publicado!

Não serão aceitos comentários que denigram pessoas, raças, religião, marcas e empresas.

Sua opinião é importantíssima para o crescimento do blog. Portanto, comente, o blog agradece!

2leep.com