Porta fechada para o HIV



Pesquisadores da Universidade Harvard conseguiram brecar o ataque do vírus da aids num experimento realizado com roedores. Antes de montar a nova estratégia, eles tomaram organismo dos animais suscetível ao HIV - o que, em tese, só ocorre em seres humanos. Daí, usaram uma técnica para anular um gene dos ratos, justamente o responsável pela produção da proteína que abre alas ao inimigo. "Sem ela, o HIV não pode aderir ao linfócito T-CD4, a célula de defesa que costuma atacar", explica o infectologista Jean Carlo Gorinchteyn, da Universidade Federal de São Paulo. "Isso reduziu a carga viral no sangue, mas tudo ainda é muito experimental", completa.

Cura anunciada

Médicos do Hospital Charité, na Alemanha, afinnaram ter eliminado o HIV de um indivíduo de 42 anos, tudo graças a um transplante de medula óssea. Isso porque o paciente também sofria de leucemia. Acontece que o doador tinha uma mutação genética que confere certa imunidade ao vírus. Por isso, ele foi suprimido do organismo do doente. Mas os próprios especialistas reconhecem que isso não representa a cura do mal. "Esse foi um caso absolutamente isolado", confinna Jean Carto Gorinchteyn.

Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais!


Encontrou o que procurava? O blog lhe foi útil? Então, curta o Yesachei no Facebook!

0 comentários :

Postar um comentário

Atenção!

Faça seu comentário, mas sempre com responsabilidade, caso contrário, ele não será publicado!

Não serão aceitos comentários que denigram pessoas, raças, religião, marcas e empresas.

Sua opinião é importantíssima para o crescimento do blog. Portanto, comente, o blog agradece!

2leep.com