Como fazer horta orgânica doméstica



A realização de um levanta­mento local dos fatores internos e externos é de fundamental impor­tancia para o sucesso da horta.
- Caso pretenda comercializar seus produtos, verifique o potencia de consumo, preferência e vendê na região. O tamanho da horta depende do número de pessoas consumidoras das hortaliças, em média, considera-se uma área de 10 metros quadrados por pessoa ou da programação de entrega para intermediários (supermercados ou feirantes).

- Existem hortaliças que podem ser plantadas no lugar definitivo, informação que pode ser obtida na embalagem de semente. Para outras deve ser feito mudas, isto é, elas precisam primeiramente ser semeadas em canteiro, bandejas ou saquinhos plástico, para depois serem transplantada em local definitivo.

- Na programação da horta e plantio, devemos levar em consi­deração que todas as hortaliças têm um. espaçamento correto entre as plantas, tempo para germi­nação das sementes, meses mais indicados para o plantio e tempo de demora até a colheita.

- Recomenda-se para as horta­liças de consumo constante e que produzem o ano todo, como alface, cenoura, almeirão, beterraba, entre outras, que sejam plantadas em parcelas de área, todos os meses ou a cada 15 dias. Faça um calendário de plantio, levando em conta o tempo de crescimento das plantas e de colheita.

- No caso de hortaliças que produzem melhor no verão (ex: pimentão ou berinjela) ou no inverno (ex: morango), também será importante o parcelamento do plantio em 3 ou 4 fases, desse modo estendendo-se o período de produção.

O princípio é utilizar a época e a cultivar adequada para cada região. É muito importante conhecermos os fatores climáticos do local, como a temperatura, umidade e a época das chuvas. Baseando-se nesses dados, poderemos. determinar o tipo de cultura que deverá ser ins­talada, ou seja, aquela que melhor se adapta à região. Lembre-se sempre que o clima de uma região não pode ser mudado; desta forma, escolha a espécie que melhor se adapte ao local e à época do ano.

ESCOLHA E PREPARO DO LOCAL

Agora é hora de fazer uma avaliação segundo os princípios de preservação ecológica. É o pri­meiro passo a ser observado, pois é necessário obedecer a alguns critérios técnicos para sua implan­tação, como: limpeza do terreno, condições climáticas e topográfi­cas, acesso ao local, água, insolação, proteção contra ventos, profundi­dade e declividade do solo.


- Limpeza do terreno: consiste em retirar do local onde será implantada a horta, todos os objetos que possam atràpalhar o bom desenvolvimento da cultu­ra, como: paus, pedras, plásticos, madeir~s etc. Somente quando o terreno estiver livre destes resídu­os, poderá ser iniciado o preparo do solo.

- Acesso ao local: a horta deve estar o mais perto possível da mão-de-obra. O acesso ao local onde será instalada a horta precisa estarem bom estado, pois no caso de uma horta com fins comerciais, por ele passarão os veículos que transportarão a produção colhida e os insumos necessários à produção.

- Água: a análise da sua quali­dade é indispensável. A água é in­dispensável para o desenvolvimen­to das plantas; portanto, deverá ser de boa qualidade e em quantidade suficiente durante o ano todo.

- Profundidade do solo: é uma importante característica por­que o solo raso encharca facilmen­te e não permite o crescimento das raízes. A profundidade do solo ideal, para o cultivo de hortaliças, deve ser de 0,40 a 0,50 m - o que possibili­tará às raízes absorverem, de forma satisfatória, água e nutrientes. Você pode fazer a verificação da profun­didade utilizando uma vara de ferro. O solo deve ter boa circulação de ar entre as suas camadas e grande quantidade de matéria orgânica,

- Declividade do terreno: escolha os terrenos com menor inclinação. Os terrenos com declividade acentuada dificultam o trabalho mecanizado, o transpor­te, o acesso ao local e a colheita; já os sem declividade acarretam acúmulo de água das chuvas e o encharcamento do solo, o que dificulta a respiração das raízes, compromete seu crescimento e fa­vorece o aparecimento de doenças. Estes terrenos devem, portanto, ser evitados. Devemos escolher terre­nos com pequena declividade, pois isto melhora as condições para rea­lizar o manejo e os tratos culturais necessários; possibilitam, ainda, o escoamento rápido das águas. das chuvas e facilitam a colheita e o transporte da produção.

- Insolação: é fundamental para a saúde e a produtividade. A insolação é a quantidade de radia­ção solar que chega até as plantas e é utilizada por elas. As hortaliças necessitam de muita luz (8 a 10 horas, por dia) para cresçerem sadias e rapidamente. Por isso, de­vemos escolher locais que tenham boa insolação, evitando lugares excessivamente sombreados.

- Proteção contra ventos (Quebra-Ventos): é importante e deve ser instalado em todas as hortas. Os quebra-ventos são barreiras geralmente feitas de vegetação, que têm a finalidade de desviar e diminuir a força dos ventos. Podem ser feitos com eu­calipto, grevíléa, hibisco, cipreste e bambu, enltre outros. A proteção contra os ventos é importante para evitar que:

a) as sementes sejam varridas do canteiro;
b) haja tombamento das plantas;
c) ocorra a propagação de doenças.
d) ocorra secamento do terreno, exigin­do maior irrigação;
e) o vento traga doenças e provoque ferimentos nas plantas.

PROTEÇÃO DA HORTA COM CERCAS

A cerca é uma medida neces­sária tanto para horta doméstica, como para agrícola. O terreno onde for instalada a horta deve ser cercado para proteger a área de plantio, evitando, assim, a en­trada de animais e pessoas estra­nhas. Essa providência deve ser tomada logo que se iniciar o pre­paro do solo. Para o cercamento da área poderão ser utilizados os seguintes materiais: arame liso ou farpado, bambu ou alvenaria de tijolos e portão.

Você poderá gostar também:

Chá de hibisco para emagrecer
Agricultura convencional insustentável
Diferença de bioplástico e plástico
Mata atlântica: biosfera declarada no Brasil
O que é sustentabilidade?


Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais!


Encontrou o que procurava? O blog lhe foi útil? Então, curta o Yesachei no Facebook!

0 comentários :

Postar um comentário

Atenção!

Faça seu comentário, mas sempre com responsabilidade, caso contrário, ele não será publicado!

Não serão aceitos comentários que denigram pessoas, raças, religião, marcas e empresas.

Sua opinião é importantíssima para o crescimento do blog. Portanto, comente, o blog agradece!

2leep.com